Saiba como controlar o desperdício de alimentos

Untitled 13 - Saiba como controlar o desperdício de alimentos

Atualmente o desperdício de alimentos é um grave problema a ser resolvido, principalmente se tratando de restaurantes e de cozinhas industriais, onde a legislação e as boas práticas de manipulação e produção de alimentos exige que todo alimento produzido não deverá ser jamais aproveitado. Por isso a necessidade de fazer uma boa avaliação prévia do número de comensais, aliado a per capta de consumo de cada preparação, com a ajuda de um profissional capacitado, como é o caso do profissional nutricionista, afim de evitar o lixo de toneladas de alimentos prontos que vão fora anualmente, devido ao mau planejamento entre o que é gasto e o que é consumido .

Além desse planejamento, uma outra tentativa de evitar o desperdício é fazer o uso integral dos alimentos, ou seja, fazer preparações utilizando cascas, folhas e talos que comumente são jogados fora e que podem muito bem fazer parte de várias preparações, além de ser uma alternativa saudável, nutritiva, rica em fibras e em diversos nutrientes, podendo também acarretar na diminuição de custos relacionados a alimentação e nutrição.

O aproveitamento integral dos alimentos é a utilização de um determinado alimento em sua totalidade, alternativas essas, que geralmente causam até uma certa estranheza nas pessoas, devido a pouca informação sobre os princípios nutricionais e de que forma aproveitar; mas a prática de aproveitar os alimentos como um todo além de reduzir os gastos com alimentação, melhora a qualidade nutricional, especialmente em vitamina C, vitamina A, ferro, potássio entre outras vitaminas e minerais, já que em muitos alimentos, o teor nutritivo é maior em relação a própria polpa.

Veja o que aproveitar:

Folhas de: cenoura, beterraba, batata doce, nabo, couve-flor, abóbora, hortelã, mostarda, repolho, brócolis e rabanete.

Cascas de: batata inglesa, cenoura, chuchu, beterraba, abóbora, laranja, banana, abacaxi, mamão, maçã, pepino, berinjela, melão, maracujá, goiaba e manga.

Talos de: couve flor, brócolis, beterraba, salsinha, couve e espinafre.

Entre casca de: melancia e maracujá.

Sementes de: abóbora e melão.

Algumas dicas de como utiliza-los:

Bater as cascas das frutas junto com a polpa no liquidificador. O suco poderá ser aproveitado também para substituir o leite no preparo de bolos.

Cozinhe as verduras a vapor, assim elas conservam o seu valor nutritivo.

A parte branca da melancia pode ser usada para fazer doce.

Evite consumir folhas com aparência amarelada.

Quando for ralar a casca do limão, nunca chegue a parte branca, pois ela é amarga e pode prejudicar o sabor.

A casca da laranja pode ser usada em pratos doces, a base de leite como arroz doce e cremes.

Talos de couve, agrião, beterraba, brócolis, salsa, etc. contém fibras e podem ser aproveitados em refogados com temperos, no feijão, em ovos batidos e na sopa.

Assim com a canoura, sua folhas, também são ricas em vitamina A e podem ser utilizadas no preparo de tortinhas, sopas ou nas saladas.

Portanto, as cascas, folhas e talos que iriam para o lixo, podem ser bem aproveitadas, fazendo parte do seu plano alimentar e servindo para suprir as carências nutricionais do organismo, tornando ainda as refeições mais diferentes e com maior valor nutritivo.

Fonte: A Nutricionista.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *