Chá Matcha faz secar até 6 kg, diz nutricionista

Em entrevista ao Espelho Meu, Juliana Burger, doutora pelo programa de Alimentos e Nutrição da Faculdade de Engenharia de Alimentos, Unicamp – SP, explicou que o chá é comercializado em pó.

Assim, quem o consome vai estar se beneficiando de todas as propriedades do Matcha. “Quando consumimos Matcha estamos ingerindo a folha toda da Camellia Sinensis, sendo esse um dos motivos dele apresentar uma concentração maior dos compostos nutricionais quando comparado ao chá verde comum”, diz.

A profissional explica ainda que a Catequina, da família dos polifenóis, é uma das principais responsáveis pela capacidade antioxidante do chá. Ainda segundo Juliana, suas propriedades auxiliam no combate e na prevenção de diversas doenças.

Dentre elas temos gastrite, pedra nos rins, processos inflamatórios, diabetes, diminuição do colesterol sérico, manutenção da glicemia e câncer. “As Catequinas presentes no Matcha ajudam também na prevenção da halitose e das cáries, combatendo as bactérias periodontais”, revela.

O chá também apresenta quantidades consideráveis de aminoácido L-teanina, ajudando na produção de ondas alfa pelo nosso cérebro, favorecendo a capacidade de aprendizado, relaxando e melhorando o humor.

Para a Nutricionista, o Matcha é apontado como grande aliado do emagrecimento por que um dos seus principais efeitos é justamente o aceleramento do metabolismo, ajudando na queima de gordura.

“Alguns estudos demonstram que o consumo de Matcha pode potencializar a queima de gorduras em até 4 vezes sem causar efeitos adversos. Este mesmo efeito é visto na termogênese (queima de calorias pelo nosso corpo), onde há um aumento de 3 a 4 vezes da energia gasta quando consome-se o chá”, alerta.

Juliana ressalta ainda que antes de ser moída a folha da Camellis Sinensis recebe cuidados especiais, sendo protegida da luz durante sua etapa de produção. Isso faz com que a planta fique mais rica em clorofila e aminoácido L-teanina.

“Estas folhas, colhidas manualmente, também não passam pelo processo de fermentação e oxidação, o que garante a manutenção da cor verde brilhante, conferidas pela grande quantidade de clorofila”, esclarece.

Ainda, de acordo com a profissional, já se sabe do potencial da clorofila em promover um efeito detox, fazendo com que o corpo elimine substâncias que prejudicam o seu funcionamento, auxiliando ainda mis no processo de emagrecimento.

Com consumi-lo

Felizmente, o Matcha pode fazer parte da alimentação diária e por tempo indeterminado. No entanto, como em qualquer processo de emagrecimento, quem o consome deve também seguir alimentação balanceada indicada por um profissional.

Além disso, como uma das propriedades presentes no chá Matcha é a cafeína, para Juliana quem tem tendência a sofrer de problemas de insônia deve evitar o seu consumo à noite.

“Estudos mostram que mesmo efeitos exagerados de consumo de chá verde não levaram a toxicidade hepática, o que é um ótimo indicativo. Porém, recomendo que quem sofre com hipertensão e nefrite, além das gestantes, consultem antes o seu médico”, sugere.

Em recente viagem para Nova York, a nutricionista descobriu que o Matcha vem sendo aplicado em diversos produtos alimentícios como chocolate, cookies, bolos e bebidas com base láctea.

Ele também faz parte do cardápio da rede de cafés Starbucks, inclusive aqui no Brasil. Para a profissional, na forma de bebida consegue-se uma maior concentração do Matcha, enquanto que quando aplicado em pães ou bolos, por exemplo, sua concentração é menor.

“Acredito que as diferentes formulações auxiliam a desenvolver o paladar do consumidor, que pode ser estimulado a provar o Matcha na sua versão pura, vendida no país como ‘Matcha Gourmet da Grings e o Matcha da Giroil’, bastando adicionar água quente ou fria”, comenta. “Também gosto da combinação de água, Matcha e algum suco cítrico como limão, laranja, ou abacaxi. Fica delicioso”, conclui.

Atenção

– apesar de casos raros, alguns estudos demonstram que o Matcha pode apresentar picos hipertensivos, além de haver uma correlação com o câncer de esôfago se for consumido em elevadas temperaturas. “Como em todos os outros chás, o quadro não pode ser correlacionado ao Matcha, mas sim a água fervente”, explica Juliana;

– não há um prazo estipulado. Porém, alguns estudos mostram os efeitos positivos do consumo do Matcha após 12 semanas. Já em relação aos efeitos benéficos do aminoácido l-teanina, este pode ser percebido após 30 minutos de consumo.

Box 1: Cardápio de um dia com o Matcha fornecido por Juliana Burger

Café da manhã

– ½ mamão papaya com 1 colher de sobremesa de chia em grãos
– 1 fatia de pão integral
– 1 ponta de faca de requeijão
– 1 xícara de matcha

Lanche da manhã

– 1 copo de suco de laranja adicionado de 1 colher de chá de matcha
– 2 castanhas do Para

Almoço

– Mix de folhas a vontade (alface, rúcula, agrião)
– ½ tomate
– 1 a 2 colheres de sopa de molho para salada de Matcha (1/2 colher de sopa de vinagre, 2 colher de sopa de azeite de oliva, 1 limão espremido, 1 colher de chá de matcha e sal a gosto)
– 1 bife de sua preferencia
– 2 colheres de sopa de arroz integral
– 2 colheres de sopa de abobrinha refogada

Lanche da tarde

– Iogurte sabor baunilha adicionado de Matcha

Jantar

Panqueca de matcha: ao preparar a massa tradicional para panqueca adicione Matcha ao seu gosto e coloque o recheio de sua preferência (frango, vegetais, carne moída).

Box 2: Sobremesa – Picolé de Matcha

Ingredientes:

– 1 colher de sopa de Matcha Gourmet Grings ou a gosto
– 2 xícaras de leite desnatado, ou de soja, amêndoas, arroz ou iogurte
– 1 colher de sopa de mel ou seu adoçante preferido

Modo de preparo: junte o matcha em pó com uma pequena quantidade de água em uma tigela e misture bem para evitar aglomeração. Coloque a mistura do matcha e os outros ingredientes no liquidificador em alta velocidade e bata até ficar homogêneo. Despeje em seu molde de picolé favorito, congele por 3 a 4 horas ou até que esteja completamente congelado.

Rendimento: 4 unidades – cada picolé tem 65 Kcal
Agradecimentos: Encaso Comunicação Corporativa e Grings Alimentos Saudáveis

Fonte: NaTelinha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*