Alimentos orgânicos possuem até 69% mais antioxidantes em sua composição, revela pesquisa

Os alimentos orgânicos podem reduzir doenças crônicas como cardiovasculares e neurodegenerativas.

Pesquisa mostra que os alimentos produzidos sem algum tipo de produtos químicos possuem maior concentração de antioxidantes em sua composição do que os cultivos com agrotóxicos. De acordo com dados da pesquisa realizada por uma universidade do Reino Unido, a porcentagem é de 19% a 69% maior.

Segundo os pesquisadores da Universidade de Newcastle, a explicação para os resultados da pesquisa são por que os cultivos produzem mais antioxidantes com defesa natural contra pragas e o uso de agrotóxicos bloqueia a concentração desses compostos.

A procura por alimentos orgânicos é grande, pois são considerados mais nutritivos do que os produzidos com agrotóxicos, apesar de não haver comprovação cientifica que confirme essa tese. Os alimentos orgânicos podem reduzir doenças crônicas como cardiovasculares e neurodegenerativas.

Para os pesquisadores, os maiores níveis de antioxidantes equivalem à quantidade presente em uma ou duas das cinco porções de frutas e vegetais recomentadas para o consumo diário. Outra comprovação detectada na pesquisa foi à frequência de ocorrência de resíduos de substâncias químicas biológicas se mostrou quatro vezes maiores em culturas convencionais.

As culturas convencionais possuem concentrações mais elevadas de cádmio (elemento químico extraído do metal, um dos mais tóxicos). Na agricultura, uma fonte direto de contaminação pelo cádmio é a utilização de fertilizante fosfatada.

Os resultados desta pesquisa são baseados em uma análise de 343 estudos revisados por especialistas de todo o mundo e que analisam as diferenças entre alimentos orgânicos e convencionais, como legumes, frutas e cereais.

Fonte: Gazeta do Mato Grosso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*