As nozes ajudam o sistema circulatório e a preservar o coração

Duas nozes por dia são suficientes para ajudar a tratar do colesterol. Nozes, castanhas e sementes são alimentos com capacidade para reduzir os níveis de triglicerídeos, elementos responsáveis pela formação de placas de gordura, e do LDL, o chamado mau colesterol.

A boa notícia é que além de evitarem os grandes inimigos da boa saúde cardíaca, estes alimentos aumentam o HDL, considerado o colesterol positivo.

Estas conclusões são resultado de uma pesquisa conduzida pela Escola de Saúde Pública da Loma Linda University na Califórnia. O trabalho já publicado avaliou 25 estudos com testes clínicos desenvolvidos em sete cidades norte-americanas.

Os médicos envolvidos neste projeto analisaram pesquisas clínicas de 583 homens e mulheres, com idades entre os 19 e 86 anos, no período entre 1992 e 2007. Durante a pesquisa, os participantes aumentaram o consumo de nozes, de zero para 67 gramas por dia.

Os resultados demonstraram que os indivíduos que consumiram 67 gramas de nozes diariamente viram as suas taxas de triglicerídeos reduzidas em 10,2%. O LDL baixou uma média de 5,1 a 7,4%, nas pessoas com níveis mais elevados. Os participantes com níveis mais altos de colesterol também experimentaram uma redução positiva do colesterol total (de 7,45 a 9,6%).

“As nozes são ricas em gorduras não saturadas, o principal ingrediente para baixar o colesterol”, explica Joan Sabaté, responsável pelo projeto. “As nozes também são as mais potentes fontes proteína entre os vegetais, além de conterem fibras e fitoesteróides, que ajudam o colesterol a ser absorvido, conclui o investigador.

Fonte: Mais uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*