Alimentos vivos – Crudivorismo

As origens da Alimentação Viva

Nova moda? Não é bem assim. O Evangelho Essênio da Paz revelou que o crudivorismo era praticado há mais de 2000 anos pela antiga seita judaica, cujos membros poderiam viver até 120 anos.

Já no século XX, coube a Ann Wigmore e KulvinkasViktoras, fundadores do Hippocrates Health Institute, promover de forma fundamental este regime.

A alimentação viva é um está ligada a um movimento mais amplo, o crudivorismo, um movimento que inclui vários subgrupos: granívoros (comem principalmente grãos), frugívoros (principalmente frutas), os liquidarianismo (principalmente sucos de vegetais), também os adeptos da “ Ecologia alimentar” com alimentos crus mas também incluindo carnes e insetos, em comum, estas dietas possuem o consumo de alimentos crus e sempre integrais.

Os princípios da Alimentação Viva

Os objetivos

  • Promover a eliminação de resíduos acumulados no organismo;
  • Prevenir doenças, curar ou aliviar os sintomas de: câncer, artrite, problemas digestivos, diabetes, doenças cardiovasculares, alergias, entre outras.
  • Viver mais e com boa saúde.

O que é a Alimentação Viva

Na alimentação viva, utiliza-se apenas alimentos crus, de preferência orgânicos, que não tenham sido submetidos a alterações físicas, exceto para a germinação e fermentação. Não se cozinha a uma temperatura superior a 40° C (104 ° F). Embora esta seja geralmente uma dieta Vegan, que não inclui qualquer derivado animal, algumas variantes do crudivorismo incluem carnes e frutos do mar.

Alimentos Alcalinizantes

Após absorção, o alimento é oxidado e não há formação de resíduo. Estes resíduos são encontrados em maior quantidade nos minerais, tais como sódio, potássio, cálcio e magnésio, que são conhecidos como”alimentos alcalinizantes.” Estes alimentos têm a capacidade de neutralizar osalimentos acidificantes que produzem o ácido úrico, sulfúrico, láctico, acético e ácido fosfórico.

Os promotores do crudivorismo afirmam que os alimentos alcalinizantes, como frutas, legumes e brotos, contribuem para um bom equilíbrio de ácido para o corpo.

Fermentação

A fermentação é um fenômeno que converte o açúcar dos alimentos em ácido láctico, em álcool, ou em ácido acético (vinagre). Esta transformação é realizada por microorganismos naturalmente presentes nos alimentos ou adicionados. A fermentação é um meio tradicional de preservação de alimentos. Éa única que melhora seu valor nutritivo, sabor e digestibilidade. Fermentação láctica ou lactofermentação é a mais interessante do ponto de vista nutricional.

Exemplos de alimentos fermentados usados no crudivorismo: o iogurte, chucrute, tamari, as azeitonas, queijo, ameixas, o vinagre, vinho e cerveja.

Germinação

A germinação é o processo pelo qual um embrião produz a sua semente e dá a luz a uma nova planta. Ela ocorre pela umidade e ao abrigo da luz, e inclui uma multiplicidade de reações químicas. Para o crudivorismo, o mais importante é a síntese de enzimas que permite uma pré-digestão de carboidratos, lipídios e proteínas da semente e, em seguida vem a impressionante expansão de certas vitaminas e, finalmente, a produção de clorofila, que começa quando uma pequena haste vê a luz . Em suma, a germinação é uma fabricação de plantas e nutrientes.

Alimentos permitidos do crudivorismo 

  • Frutas cruas ou secas
  • Mel não pasteurizado
  • Vegetais crus ou lactofermentados
  • Legumes germinados
  • Cereais germinados
  • Sementes germinadas
  • Leite de coco
  • Nozes e sementes crus ou brotos
  • Óleos de primeira pressão a frio
  • Sucos de Germinados
  • Alimentos vegetais desidratados a frio
  • Algas

Mecanismo da ação da Alimentação Viva

Alegações a favor do crudivorismo

A chave para o crudivorismo é a conservação das enzimas encontradas naturalmente em frutas, legumes e brotos, que são destruídos por cozimento quando a temperatura excede 47,8 ° C (118 ° F). Sem essas enzimas, segundo essa hipótese, os órgãos do sistema digestivo e pâncreas teriam que compensar produzindo as enzimas necessárias para digerir o alimento. Isso exigiria mais trabalho organizacional e maior gasto de energia – o que a longo prazoenfraqueceria os órgãos internos, predispondo o indivíduo a alergias e a várias doenças desde cólicas ao câncer até acne e miopia. Este conceito se baseia em estudos do Dr. Edward Howell, segundo ele todo ser vivo tem um número limitado de enzimas.

Além disso, segundo os defensores do crudivorismo, viver destes alimentos pode evitar um fenômeno chamado “leucocitose digestiva”, onde o corpo iria reagir para alimentos cozidos que ele consideraria como “estrangeiro”. O sistema imunológico, em seguida, enviaria suas células brancas do sangue (leucócitos) para combater esses alimentos, desviando sua atenção dos invasores reais (bactérias e vírus), o que predispõe o organismo à infecção.

Fatos sobre a dieta

É verdade que o cozimento destrói algumas vitaminas e minerais dos alimentos (quanto mais o alimento for cozido, maior será a perda). Em alguns casos, contudo, a cozedura também melhora a biodisponibilidade de nutrientes; a quantidade de licopeno (antioxidante) em tomates , por exemplo, aumenta duas vezes após 30 minutos de cozimento. Cozinhar também suaviza a fibra alimentar de certos alimentos e os tornam menos irritantes para o intestino. Cozinhar também tem a grande vantagem de destruir microorganismos patogênicos e proteger-nos de intoxicação alimentar, além de destruir determinados alérgenos alimentares.

Também é verdade que o cozimento pode reduzir o potencial anti-câncer de alimentos, como é o caso de isothiocynates,no entanto, essa desvantagem é compensada porque normalmente você come uma quantidade maior de legumes cozidos do que crus.

Foi demonstrado que crudívoros têm níveis significativamente mais elevados de antioxidantes no sangue do que onívoros.

De fato, alguns alimentos crus contêm enzimas que permitem a digestão de carboidratos, proteínas e lipídios. No entanto, quando a acidez do estômago torna-se elevada, elas são destruídas e reduzidasapenas ao necessário para o corpo, uma vez que já foi feito o trabalho digestivo. Ainda não há nenhuma resposta oficial para saber se a organização pode ser feita sem as enzimas presentes nas comidas cruas.

Menu de um dia típico

  • Desjejum: Água de coco
  • Café da manhã: 2 bananas, 1 fatia de mamão, passas, nozes e iogurte de leite de coco feito em casa
  • Almoço: Salada de folhas com maionese de gergelim, abacate e tomate sobre torradas de linhaça, chucrute de repolho roxo com maçãs verdes e ervas
  • Lanche: Barrinha de cereais feita em casa com banana, castanha-do-pará, maçã desidratada e uva-passa
  • Jantar: Sopa de cenoura com pão especial (feito no desidratador com trigo germinado) e pasta de amêndoas
  • Ceia: 1 banana bem madura com água de coco e cardamomo

Vantagens e desvantagens do Crudivorismo

Na prática

Difícil de seguir longe de casa, especialmente quando se viaja para fora dos grandes centros com restaurantes especializados em comida crua ou crudivorismo. Este sistema pode causar isolamento. Além disso, apenas restaurantes vegetarianos podem satisfazer (em parte) os requisitos. Quanto às refeições com amigos e familiares, podem ser muito complicadas, a menos que os fãs tragam sua própria comida.

Saciedade e bem-estar

Esta dieta inclui uma grande variedade de alimentos ricos em fibra dietética e de proteínas que contribuem para a saciedade. E já que não há restrição sobre quantidades, dificilmente você irá passar fome.

A perda de peso

Principalmente por causa de uma menor ingestão calórica e saciedade, a maioria das pessoas que adota a dieta da alimentação crua perde peso. Além disso, pesquisadores alemães preocupados com o impacto da dieta de alimentos crus em adultos, observaram uma perda média de peso de 9,9 kg em homens e 12 kg em mulheres após a adoção deste plano.

Atenção

Como é o caso para os veganos, comer uma dieta crua e completamente Vegana pode provocar deficiências em vitamina B12 e os níveis de homocisteína no sangue subir, o que predispõe à doença cardiovascular.

Um importante estudo publicado em 2005, mostrou que 46% dos indivíduos que seguem uma dieta crua tinham níveis do bom colesterol (HDL) muito baixos. Este tipo de dieta também foi associada com baixa densidade óssea 4 , o que sugere que talvez, não completa no que se refere ao cálcio e vitamina D. Perda da menstruação ocorreu em 30% das mulheres que seguem esta dieta e isto também pode explicar a baixa densidade óssea .

Este regime, na medida em que induz a perda de peso e amenorréia em algumas mulheres pode comprometer a fertilidade em homens e mulheres. Além disso, o zinco, um mineral importante para as funções hormonais, pode estar faltando neste tipo de dieta que exclui principalmente alimentos de origem animal.

Se os seus princípios forem aplicados corretamente, os alimentos crus não devem resultar de deficiências alimentares, exceto para a vitamina B12.Quem escolhe esteestilo de vida, deve considerar tomar suplementos de vitamina B12 , cálcio, vitamina D e zinco. Uma ideia é buscar fontes vegetais para esses nutrientes. Não é recomendávela adoção radical desta dieta por crianças e adolescentes em fase de crescimento ou grávidas porque o consumo total de energia diária é geralmente menor do que a necessária nestes casos.

Conclusão

O alimento vivo tem benefícios reais, como a alta ingestão de fibra dietética antioxidante e baixa ingestão de gordura. É altamente recomendável ter alimentos crus o dia todo em seu cardápio. Por outro lado, é necessário um acompanhamento médico caso deseje adotar radicalmente esta dieta. Proteger nossas enzimas metabólicas é um argumento interessante, mas o conhecimento que temos a este respeito ainda é insuficiente. À luz do conhecimento atual, uma dieta contendo alimentos crus e cozidos adequadamente atende às necessidades de nutrientes, sendo mais fácil de seguir, mais saboroso e fácil de usar.

Editorial: HélèneBaribeau, Nutricionista RD, MSc

A loja Biomarket vende produtos que atendem aos preceitos do crudivorismo

Amêndoa crua Compre aqui
Avelã crua Compre aqui
Nozes chilenas inteiras Compre aqui
Noz macadamia sem sal Compre aqui
Noz pecan Compre aqui
Pistache cru sem casca Compre aqui
Semente de abóbora sem casca sem sal Compre aqui
Semente de girassol crua sem sal Compre aqui

Fonte: Passeportsante

Leia também: O que é Crudivorismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*