5 plantas antioxidantes para cultivar em casa

Não há nada melhor que plantar os nossos próprios alimentos, especialmente se forem antioxidantes. Na verdade, não há mistério algum, para plantar esses alimentos extraordinários assim tão pertinho de nós.
Vejam aqui como cultivar em casa algumas dessas plantas antioxidantes, que possuem valiosas propriedades medicinais.

5 plantas antioxidantes para cultivar em casa:

Couve

A couve gosta de crescer em terra rica em matéria orgânica, numa temperatura de 15 a 18°C.
Plante as sementes diretamente na terra e, espere de 5 a 8 dias para ver brotos. Cubra as sementes com 1.5 cm de terra e, não as deixe secar durante o período da germinação.
Mantenha os seus pés de couve bem regadinhos. Se você colocar “cobertura morta” (mulch) debaixo deles, isso vai manter a terra fria e hidratada, bem do jeitinho que as couves gostam.

Mirtilo (blueberry)

O mirtilo, também conhecido como blueberry, pode ser plantado de sementes. A terra tem de ser rica em matéria orgânica, numa temperatura entre 15 a 18°C.
Coloque as sementes em uma caixa com terra, nas condições apropriadas, em um lugar que a temperatura varie de 15 a 20°C. Cubra com jornal.
Quando os brotos germinarem, em aproximadamente um mês, coloque-os diretamente no sol até atingirem 10 cm.
Ao atingirem 10 cm, transfira-os para um vaso.
Quando a plantinha virar um arbusto, transfira-a para um lugar mais amplo, por exemplo, um jardim.
Na hora que for fazer isso, deixe um pouco da base da raiz acima do solo.
Regue o seu pé de blueberry generosamente, mas não o encharque.
A época da colheita depende do clima, mas você poderá esperar até 2 anos para colher as suas deliciosas blueberries.

Salsa

Para melhor germinação, deixe as sementes de molho na véspera.
Plante as sementes em terra úmida, que esteja numa temperatura de aproximadamente 18°C, deixando um espaço de 15 a 20 cm de uma semente para a outra. A salsa pode levar até 3 semanas para brotar.
Não deixe as sementes secarem durante o período da germinação.
Quando os talinhos das folhas tiverem 3 segmentos, a salsa já pode ser colhida.

Batata doce

O método que vamos explicar aqui é o de plantar a partir de ramas tiradas de batatas doces adultas.
Em primeiro lugar, compre batatas doces em perfeito estado. Coloque-as em uma caixa, com terra de boa qualidade, a 5 cm de distância umas das outras. Deixe a caixa em um lugar bem iluminado, numa temperatura entre 20 a 25° C. Mantenha a terra bem hidratada sem encharcá-la. Entre 2 a 4 semanas, você vai começar a ver os brotos mostrarem as suas carinhas.
Quando as ramas crescerem de 15 a 20 cm, retire-as das batatas e, plante-as do lado de fora da casa, em um recipiente com terra fértil e rica em matéria prima, que cubra 1.5 cm dos talos das ramas. Plante as ramas com uma distância de 30 a 45 cm umas das outras.
A colheita vai se dar de 3 a 4 meses depois do transplante das ramas.

Aipo

Deixe as sementes de molho em água morna, na véspera, para incentivar a germinação. Coloque adubo orgânico e areia em um vaso, na proporção de 50% de cada. Plante as sementes, deixando 2 cm de espaço entre elas, cubra com uma camada de ¼ de xícara de areia.
Coloque o vaso em um lugar claro, mas que não fique em contato direto com o sol e, mantenha-o a uma temperatura de 23 a 26°C durante o dia e 15°Cà noite.
O aipo gosta muito de água, portanto, regue-o bem e, deixe que o vaso pegue bastante ar.
Aplique várias camadas de “cobertura morta” (mulch) e, dê pelo menos ¼ de xícara de água por semana. Enriqueça com adubo orgânico a cada 10 a 14 dias.
Quando os talos atingirem uma altura de 20 cm, o aipo vai estar pronto para ser colhido. Corte os talos um pouquinho acima da linha do solo.

Então, é isso por agora, pessoal! Divirtam-se plantando esses alimentos extraordinários! E, voltem para nos contar como foi a sua experiência!

Fonte: Lar Natural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*