Certificação IBD

Sobre o Selo

O IBD – Associação de Certificação Instituto Biodinâmico é uma organização que desenvolve atividades de certificação de produtos orgânicos e biodinâmicos. Foi instituída em 1991, desmembrando-se do então Instituto Biodinâmico de Desenvolvimento Rural.

A produção orgânica certificada pelo IBD inclui projetos agrícolas, produção de insumos, industrialização de alimentos, pecuária de corte, piscicultura, silvicultura, entre outros. Atualmente, estão associados ao IBD cerca de 700 projetos certificados e/ou em processo de certificação abrangendo todas as regiões do país e alguns países da América Latina, representando um universo de mais de 4.500 produtores e 300 mil hectares. Entre seus clientes figuram tanto grandes produtores e exportadores de produtos agrícolas quanto um número cada vez maior de médios e pequenos agricultores, algumas comunidades indígenas e um quilombo.

A certificação IBD tem credibilidade internacional e é monitorada por instituições como a IFOAM – International Federation of selo-IBDOrganic Agriculture Movements, da Inglaterra; DAR, da Alemanha; USDA, dos Estados Unidos; JAS, do Japão e DEMETER International. Além disso, concede a certificação do padrão EUREPGAP  frutas, hortaliças e animais para produção de carne.

Produtos com certificado IBD são exportados para a Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, EUA, França, Holanda, Japão, Reino Unido, Suécia, Suíça e Canadá. Os principais produtos exportados são café, soja, açúcar, citrus, carne, óleos, castanha de caju, cogumelo, frutas tropicais, palmito, cacau e guaraná.

 

Critérios para certificação

Críticos

  • •Quebra de rastreabilidade;
  • Existência de desmatamentos não autorizados por órgão competente;
  • Lançamento de efluente em corpo hídrico em desconformidade com a Legislação Ambiental vigente;
  • Existência de Caça, captura e comercialização de animais silvestres;
  • Exploração indevida do direito de propriedade;
  • Uso e manipulação de Organismos Geneticamente Modificados;
  • Não existência de procedimento de contratação e remuneração dos funcionários;
  • Presença de discriminação social, cultural, política, religiosa, étnica, racial, sexual, idade;
  • Trabalho infantil;
  • Trabalho forçado;
  • •Trabalhadores expostos a risco sem a devida proteção individual;
  • • Outros aspectos sociais específicos para cada empreendimento.

Ambientais

  • Adequação à legislação ambiental e regularização junto aos órgãos ambientais;
  • Conservação Ambiental;
  • Recuperação Ambiental; •
  • Gerenciamento adequado dos recursos hídricos.

Sociais

  • Comprometimento com a transparência;
  • Adequação à legislação trabalhista;
  • Apoio ao trabalho sindicalizado;
  • Incremento da Segurança e Salubridade no trabalho;
  • Igualdade de benefícios a trabalhadores fixos e temporários;
  • Participação nos resultados;
  • Capacitação de funcionários;
  • Capacitação para gestão de grupos de produtores;
  • •Capacitação técnica de grupos produtores;
  • •Incentivo à Educação básica e continuada;
  • Melhorias nas condições de Habitação;
  • Alimentação e Saúde;
  • Apoio à mulher trabalhadora, apoio à gestante e à lactante;
  • Apoio ao idoso;
  • Prevenção e apoio aos adictos (usuários de fumo, álcool e drogas);
  • Incentivo à Organização e Participação Social.

Desenvolvimento Econômico

  • Promoção do Relacionamento comercial justo;
  • Incentivo às Negociações abertas, transparentes e duradouras entre as partes interessadas;
  • Fomento ao Desenvolvimento Social e Ambiental na cadeia produtiva, através do pagamento do Premium EcoSocial;
  • Implantação das melhores práticas de produção visando a qualidade do produto;

A Biomarket não possui esta certificação em todos os produtos. Verifique em cada produto individualmente.
Apenas produtos identificados com os selos do SisOrg ou do Instituto Biodinâmico impressos em suas embalagens podem ser considerados orgânicos.

Fonte: IBD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*